Sua língua na Internet

Índice

09.07 Pronomes Interrogativos

  • 1. Chamam-se interrogativos os pronomes que, quem, qual e quanto, empregados para formular uma pergunta direta ou indireta:
  • Que trabalho estão fazendo?
  • Quem disse tal coisa?
  • Qual dos livros preferes?
  • Quantos passageiros desembarcaram?
  • Diga-me que trabalho estão fazendo.
  • Ignoramos quem disse tal coisa.
  • Não sei qual dos livros preferes.
  • Pergunte quantos passageiros desembarcaram.

    • 2. Os pronomes interrogativos estão estreitamente ligados aos pronomes indefinidos. Em uns e outros a significação é indeterminada, embora no caso do interrogativo a resposta, em geral, venha esclarecer o que foi perguntado.

    Flexão dos interrogativos

    Os interrogativos que e quem são invariáveis. Qual flexiona-se em número (qualquais); quanto, em gênero e em número (quantoquantaquantosquantas).

    Valor e emprego dos interrogativos

    Que

    • 1. O interrogativo que pode ser:
      • a) pronome substantivo, quando significa "que coisa":
      • Que teria havido naquela tarde? (O. Lins)

      • b) pronome adjetivo, quando significa "que espécie de", e neste caso refere-se a pessoas ou a coisas:
      • Que história é aquela? (G. Ramos)

    • 2. Para dar maior ênfase à pergunta, em lugar de que pronome substantivo, usa-se o que, ou, com reforço, que é que, o que é que e que é o que:
    • O que quer dizer isto, praça? (J. L. do Rego)
    • Que é que o senhor está fazendo? (C. Lispector)

    Quem

    • 1. O interrogativo quem é pronome substantivo e refere-se apenas a pessoas ou a algo personificado:
    • Quem não a canta? Quem? Quem não a canta e sente? (J. de Lima)

    • 2. Em orações com o verbo ser, pode servir de predicativo a um sujeito no plural:
    • Sabem, acaso, os vultos, quem vão sendo? (C. Meireles)

    Qual

    • 1. O interrogativo qual tem valor seletivo e pode referir-se tanto a pessoas como a coisas. Usa-se geralmente como pronome adjetivo, mas nem sempre com o substantivo contíguo. Nas perguntas feitas com o verbo ser, costuma-se empregar o verbo depois de qual:
    • Qual foi o entendimento que não chegamos a ter?
    • [= Qual entendimento foi o que não chegamos a ter?] (A. de Campos)

    • 2. A ideia seletiva pode ser reforçada pelo emprego da expressão qual dos, (das ou de) anteposta ao substantivo ou a pronome no plural:
    • Qual de nós poderia gabar-se de conhecer espinafre? (C. D. de Andrade)

    Quanto

    O interrogativo quanto é um quantitativo indefinido. Refere-se a pessoas e coisas e usa-se quer como pronome substantivo, quer como pronome adjetivo:

    Quanto é que o senhor oferece? (R. Braga)
    Quantos livros já publicou? (C. D. de Andrade)