{jsonanalogico}

Sua língua na Internet

 



O que é o Dicionário Aulete Digital



O Projeto Caldas Aulete desenvolvido pela Lexikon traz duas grandes inovações: a recriação de um dos mais tradicionais e respeitados registros da língua portuguesa e a reinvenção do próprio conceito de dicionário.

Originalmente editado no fim do século XIX, o Caldas Aulete é até hoje um dos mais preciosos bancos de dados da língua portuguesa. A Lexikon editora digital trabalha continuamente para atualizar e ampliar o conteúdo da obra. Atualizar e ampliar o Caldas Aulete significa dar vida nova a uma obra reconhecida por especialistas como um dicionário fundamental: a) no aspecto lexicográfico, incorporando as mais recentes acepções e os mais modernos conceitos e terminologias, à medida que a língua viva os cria em todos os setores e nichos de uso; b) no aspecto da evolução da tecnologia da informação, incrementando a funcionalidade e a praticidade que uma obra de consulta deve ter e estendendo-a a todas as plataformas e sistemas hoje disponíveis. É, enfim, reinventar o dicionário.

Em 2004 começamos a mostrar os primeiros resultados desse trabalho, com o lançamento da versão míni do Dicionário Caldas Aulete, que logo foi considerado um dos melhores, se não o melhor, dos minidicionários da língua portuguesa, conforme o testemunho por escrito de seus usuários, dos especialistas em língua portuguesa e do Ministério da Educação, que adquiriu centenas de milhares de exemplares para distribuir em salas de aula de ensino fundamental nas escolas públicas.

Mas a Lexikon editora digital, que sempre inovou no campo dos dicionários, quer mais. Quer mudar o conceito de dicionário.

O novo Caldas Aulete não nasceu para ser apenas um livro na estante. Foi criado para interagir com os usuários da língua, para compartilhar e democratizar o conhecimento. Nasceu para ser uma obra aberta, viva, mudando e crescendo junto com a língua, e com isso tornar-se o maior banco de dados do idioma.

À tradição do nome Caldas Aulete foi somada a tecnologia dos nossos tempos para levar o dicionário à rede mundial de computadores. O primeiro passo foi dado no final de 2006. Além da versão míni disponível nas livrarias, o Caldas Aulete chegou à internet em agosto de 2007, em sua primeira versão, para cuja correção e ampliação todos os usuários da língua portuguesa podem e vão poder colaborar. Em outubro de 2008 foi lançada a primeira versão web do Aulete, o idicionário Aulete, com o mesmo conteúdo de verbetes, mas com acesso livre na internet, sem download, sem executável. Em 2010 o Aulete chegou aos smartphones, em 2014 a aplicativos para dispositivos móveis. Ainda em 2014 a Lexikon estende sua plataforma de referência digital integrando o Aulete numa verdadeira rede de informação linguística: dicionário léxico; dicionário analógico, ou Thesaurus; gramatica da língua portuguesa. E muito mais vem por aí.

O que é esta versão do Aulete digital
O estuário da língua portuguesa

Esta versão, agora disponível na internet e em aplicativos para dispositivos móveis, é na verdade um grande portal da língua portuguesa, que neste primeiro momento disponibiliza três grandes conteúdos: o dicionário Caldas Aulete da língua portuguesa, o Dicionário analógico (Thesaurus) de Francisco Ferreira dos Santos Azevedo, e uma Gramática básica da língua portuguesa de Celso Cunha, organizada por Cilene da Cunha Pereira. Os três conteúdos, interativamente, cobrem o que é mais essencial no conhecimento e no uso da língua portuguesa: no Aulete, os significados das palavras (para saber o que quer dizer uma palavra que se conhece); no Analógico, simetricamente, as opções de palavras para um significado que se conhece, permitindo achar a palavra exata para o que se quer dizer; na Gramática, a compreensão de como se usam e estruturam as palavras para expressar correta e coerentemente as ideias que se quer transmitir.

A esses três conteúdos juntar-se-ão brevemente novos acervos (dicionários etimológicos, dicionários especializados sobre vários assuntos, dicionários de locuções, etc.), formando um verdadeiro estuário da língua. Estuário, segundo o Aulete, é "Lugar para onde convergem grande quantidade de coisas (fatos, palavras, informações, ideias etc.)"

Dicionário Aulete

E um dicionário em construção, atualização e correção permanentes, para o qual seus usuários poderão contribuir. Constitui-se, na verdade, de dois módulos que correspondem a dois dicionários distintos, num processo dinâmico de interação e crescimento:

1. O tradicional e respeitadíssimo Dicionário Caldas Aulete em sua versão original, atualizada para o Brasil até a década de 1980, com mais de 200 mil verbetes (os verbetes desse módulo são identificados com o registro de 'verbete original');

2. Módulo 'atualizado', com 85 mil verbetes com nova e moderna estrutura e visualização, com exemplos e abonações, sinônimos, locuções, informações gramaticais, etimologia, contextualizações (regionalismos, usos, rubricas), Os 85 mil verbetes atualizados para o universo léxico contemporâneo, e os verbetes novos (novas palavras e novos significados para palavas existentes) continuam em constante ampliação e atualização, inclusive com a colaboração dos usuários. À medida que se incorporam novos verbetes e/ou novos significados e informações, eles irão sendo acrescidos ao dicionário em seu servidor de internet, de modo que uma nova palavra, um novo significado, uma nova informação, uma correção estarão automaticamente disponíveis. Este é o conceito revolucionário de um dicionário de crescimento infinito, sempre atualizado, sempre em interação com o uso da língua.

A colaboração aberta ao público permitirá, após as devidas e necessárias filtragem e edição lexicográfica, que o acervo de palavras contemplado se aproxime cada vez mais do universo da língua tal como verdadeiramente usada em todos os níveis, lugares e épocas, a partir de seu uso, e de seus usuários.

Na tela do Aulete digital, o usuário poderá consultar, a partir do verbete atualizado, o verbete original, e vice-versa. Poderá consultar o Dicionário analógico a partir de uma palavra do Aulete ou entrar diretamente no Analógico. Poderá entrar na Gramática básica e consultar qualquer capítulo ou subcapítulo. Poderá cadastrar-se para ser um colaborador, enviar sugestões e correções, participar de um fórum de discussão de palavras e significados etc., E poderá constar na lista pública de colaboradores do que já é o maior dicionário vivo da língua portuguesa.

Dicionário analógico

A partir da consulta de uma palavra no Aulete digital, ou por consulta direta de uma palavra no módulo do Analógico digital, se essa palavra for um dos mais de 100 mil análogos referidos no Analógico, é mostrada uma 'estrela' na qual essa palavra fica no centro, cercada por todos os 'verbetes' do Analógico que contenham essa palavra. Com isso forma-se uma verdadeira rede de informação linguística Ao se clicar em qualquer das palavras da 'estrela', abre-se o verbete correspondente no Analógico, com dezenas de análogos, que são palavras com proximidade semântica à palavra inicial. Quando a consulta é feita a partir de uma busca no Aulete digital, temos na tela, juntos e à vista do consulente, toda a abrangência que um signo linguístico - ou seja, uma palavra - pode suscitar: no lado esquerdo, todos os seus significados, exemplos de uso, locuções (quando houver), informando o que quer dizer uma palavra que conhecemos. No lado direito, toda a rede de acesso a outras palavras análogas àquela, em diferentes contextos, informando todo um mundo de possibilidades de outras palavras para um significado que conhecemos. O dicionário léxico e o analogico completam-se reciprocamente, são simétricos que compõem tudo que se precisa saber sobre as palavras da língua portuguesa.

Gramática básica

Para completar o tripé fundamental do conhecimento e bom uso da língua portuguesa, a Gramática básica ensina a compreender como as palavras exercem funções na linguagem, como se estruturam em frases para informar, comunicar e expressar ideias, como variam e se flexionam, como melhor e mais claramente devem ser usadas em vários contextos e expressividades. Basta escolher no sumário um capítulo, um subcapítulo, e clicar nele. Portanto, aí está a gramática da língua portuguesa à distância de um clique.